R$ 31.243.859,76,00 são gastos na área da Saúde em Inhumas, de acordo com dados da Prestação de Contas

A Secretaria Municipal de Saúde de Inhumas, realizou na primeira sexta-feira de fevereiro (01), uma prestação de contas aberta ao público, sobre a execução orçamentária da pasta e das ações realizadas pela equipe da SMS durante o ano de 2018. A diretora administrativa, Patrícia Palmeira, apresentou um levantamento geral das atividades da Secretaria, demonstrando por meio de dados quais foram os avanços que a gestão trouxe para a Saúde de Inhumas no ano passado. De acordo com os números apresentados, em 2018 foram investidos ao todo, R$ 31.243.859,76,00 na área da Saúde do município, sendo que a gestão investiu 16,26% deste total, valor que ultrapassa o recomendado pelo Ministério da Saúde.

Um dos pontos fortes destacado durante a Prestação, foi o conjunto de serviços oferecidos pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS), conhecidos como Atenção Básica. A Atenção Básica, segundo a coordenadora das UBS’s, Nathalia Fernandes “é o primeiro nível de atenção em saúde, é o primeiro contato que a população tem com nossos serviços. Portanto a Atenção Básica, abrange a promoção e a proteção da saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação, a redução de danos e a manutenção da saúde, com o objetivo de desenvolver uma atenção integral que impacte de forma positiva na situação da saúde no município”, explicou.

Também foi ressaltado que em 2018, além da ampliação de serviços disponibilizados na Atenção Básica de Inhumas, implantou-se o horário de atendimento estendido até a meia noite em duas UBS’s de Inhumas (Vila América e Teodoro Alves), visando atender a demanda noturna dos setores. Houve também, uma grande reestruturação da Assistência Farmacêutica em Inhumas durantes o último ano, que agora, que de acordo com os dados, conta com a Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF); com a Farmácia Básica Central; Farmácias Básicas nas UBS e a Farmácia Hospitalar e Almoxarifado da UPA.

A Farmácia Básica Central de Inhumas possui medicamentos essenciais para suprir a necessidade da atenção básica e da saúde mental; medicamentos de doação assistencial para pacientes de baixa renda, que não são de responsabilidade municipal mas são ofertados pelo município; medicamentos de doação provenientes de processos judicialização; medicamentos do componente estratégico, para tuberculose, hanseníase, etc; assistência nutricional, incluindo fórmulas infantis, nutrições enterais, assim como suplementos e outras fórmulas nutricionais e medicamentos do componente especializado (alto custo).

Como conclusão percebeu-se que no ano de 2018, o município investiu mais em medicamentos e na Saúde como um todo, gastando bem menos. Isso se deu, de acordo com o prefeito de Inhumas, Dr. João Antônio, pela gestão eficiente dos recursos.

Dados apresentados pela Secretaria Municipal de Saúde: Ao comparar os dados de 2018 (318.895 atendimentos) com os do ano de 2016 (93.454 atendimentos), verificou-se que os atendimentos feitos pelas UBS’s de Inhumas triplicaram. Foram feitos 200.405 atendimentos ao todo na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), sendo 900 procedimentos ortopédicos, 15.766 radiografias e 37.791 procedimentos laboratoriais.

Em relação às atividades coletivas da Estratégia de Saúde da Família foram realizadas 2716 atividades durante o último ano. Ao todo 3915 procedimentos foram realizados por meio do programa Saúde em Movimento (vacinas, testes rápidos, consulta e procedimento odontológico, consulta oftalmológica, consulta médica, prevenção, USG e USG Obstétrica). No ambulatório de fisioterapia,
foram realizados 6357 atendimentos, 538 no ambulatório de psicologia e 370 no ambulatório nutricional, sendo que em setembro o Governo de Inhumas conseguiu alcançar o fim da fila de espera para nutricionistas na rede pública.

A área de odontologia do município foi a que mais surpreendeu. Em 2016, Inhumas contava apenas com 13 equipes de Saúde Bucal, em 2018, 15 grupos de trabalho estão disponíveis para atender a população. O município conta com 18 cirurgiões dentistas, sendo que três cirurgiões e quatro auxiliares estão atuando em escala de plantão nas duas UBS’s de tempo estendido (18h às 00h).
Ao todo foram realizados 83.986 procedimentos odontológicos, contando com os atendimentos que são feitos na zona rural, procedimento que foi implantado somente nesta gestão.

De acordo com a secretária municipal de saúde, Fabianne Leão, toda essa melhora na Saúde do município se deu por meio do trabalho em equipe e gestão eficiente. “Trabalhamos incansavelmente durante este tempo que estou à frente da Secretaria, juntando a nossa equipe que é de extrema qualidade com uma gestão eficiente dos recursos municipais e federais, conseguimos atingir este
resultado que apresentamos, e aumentar a oferta de saúde e novos serviços tanto da rede própria quanto na contratada”, afirmou.